Nota


O Réveillon está chegando, e os primeiros batuqueiros também. Mas o dia não é só de boas notícias: faleceu ontem, no Quilombo do Campinho, a Dona Adelaide, moradora mais antiga do local. A comunidade (e o Palmeira Imperial também) está enlutada, portanto, vamos respeitar o momento deles, não fazer bagunça nem batucada.

O Baque da Virada será dedicado a ela, que gostava do maracatu e muitas vezes comparecia às oficinas do Palmeirinha.

Em respeito aos amigos do Campinho, o ensaio de hoje será remarcado e ainda depende de confirmação.

Foto: Christopher Phillips

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *